FEZ COMPRAS NA INTERNET E A ENTREGA ATRASOU?! SAIBA SEUS DIREITOS.

Atualmente, na sociedade a facilidade de compra é imensa, grande parte dessa facilidade é o papel da internet, facilitando as compras para o consumidor, que não precisa sair de sua residência para realizar uma compra, além de conseguir comparar vários produtos em diferentes lojas sem em questão de segundos.

Contudo, da mesma forma que a internet facilita a vida do consumidor, em alguns casos podem ocorrer certos aborrecimentos, e o principal desses aborrecimentos é o atraso da entrega do produto comprado pelo consumidor.

Geralmente, a empresa estipula um prazo de dias úteis para a entrega do produto comprado ou estipula uma data específica para a entrega do produto, mas em nenhuma dessas hipóteses o consumidor escapa da possibilidade do produto chegar com certo atraso.

Para essas situações, o consumidor é protegido pelo Código de Defesa do Consumidor, no seu artigo 35, o CDC explica as formas como o consumidor pode agir para ter seu direito exercido e não ficar com nenhum prejuízo.

São três as formas que o consumidor pode agir contra o atraso do produto comprado: A primeira é pedir a entrega forçada da coisa, exigindo que receba o mais rápido possível ou podendo estipular o prazo máximo de cinco dias para receber o produto. A segunda forma é pedir um produto equivalente ao comprado da primeira vez, caso a loja ofereça um produto mais barato, a diferença deve ser paga em dinheiro para o consumidor. A terceira forma é o ressarcimento do dinheiro gasto pelo consumidor na compra do produto em atraso.

O consumidor pode entrar diretamente em contato com a empresa que lhe vendeu o produto, mas também pode ingressar com ação judicial para conseguir exercer seus direitos, podendo inclusive pedir uma indenização por Danos Morais pela demora na entrega do produto.

A indenização por Danos Morais é uma forma punitiva para as empresas que fazem essas vendas pela internet, pois as mesmas mostram um grande desrespeito ao consumidor na demora da entrega do produto e também na falta de informações para facilitar a vida do consumidor.

Dessa forma, caso você se encontre em uma situação parecida ou conheça alguém que se encontre nessa situação, procure-nos para que possamos ajudar da melhor forma possível.

     Dr. Cayo Lopes – Márcio Beckmann Advogados Associados

Deixe um comentário